O QUE FAZER EM ORLANDO?

Aí vai um resumo (resumão, na verdade) do que tem de melhor e mais popular para se fazer em Orlando. São umas coordenadas iniciais para quem ainda está meio perdido, começar a entender a dinâmica do que é uma viagem para Orlando.

(Não se aflijam com informações muito genéricas… temos muitas outras páginas dedicadas exclusivamente a cada assunto, com muito mais detalhes)

É quase mais fácil perguntar o que não tem, mas vamos lá… Afinal, o que tanto tem para fazer e se divertir em Orlando?

1. Parques temáticos e aquáticos dos complexos de diversão

Em Orlando há 3 enormes complexos de diversão que juntos concentram 8 parques temáticos, além de 5 parques aquáticos e outras estruturas complementares.

Os complexos e seus parques são a razão pela qual milhões de pessoas vão a Orlando a cada ano. Todos os parques são enormes e para visitar direito cada um, o visitante leva no mínimo um dia inteirinho e olhe lá (tem parque que precisaria de 2 dias para ver tudo).  Dentro dos parques, são dezenas de atrações dos mais diferentes tipos para os mais diferentes gostos – de montanhas russas ultra radicais, até shows de animais e dubles, passando por atrações mega high-tech, brinquedos bonitinhos, paradas e encontros com personagens, brinquedos de molhar (até ensopar), shows de fogos de artifício, etc, etc, etc… É impossível generalizar o tipo de atrações que são encontradas nos parques, o que importa é que tem atração para deixar todo mundo com um sorriso de orelha a orelha!

Além das atrações, todos os parques ainda contam com uma gigantesca infraestrutura de alimentação e compras, também com opções para os mais diversos gostos e bolsos – de restaurantes chiquérrimos e caríssimos com chefs renomados, até cachorro quente e refri sentado num banco no meio do parque. As compras também vão dos tradicionais suvenires como chaveiros e camisetas, até peças de decoração, jóias, brinquedos, e vai longe… O que você imaginar, provavelmente consegue comprar dentro dos parques!

Eu poderia simplificar e dizer que os parques são simplesmente a combinação de atrações + compras + comida, mas essa não é a verdade. O que faz essa ser uma experiência diferente de qualquer outra é a emoção e a magia que há no ar em cada um dos parques. Não tem como descrever, mas a sensação de estar lá é muito especial. São sem dúvida lugares que trazem muita felicidade! Essa sim é essa combinação que faz com que os parques sejam o grande “must do” de Orlando.

Só para dar nome aos bois rapidamente, os parques e complexos são:

Complexo:  Disney World

A terra do Mickey é um sinônimo de Orlando, já que muita gente que vai pra lá diz que está indo para a Disney!  O complexo Disney World é o maior e mais visitado de Orlando e do mundo todo. É considerada a verdadeira “Terra da Magia”, lar dos personagens mais infantis e fofinhos. É o complexo com menos atrações radicais.  São 4 parques temáticos e 2 aquáticos:

Parque temáticos

Magic Kingdom – é o mais antigo, mais tradicional, mais visitado, etc. É o mais infantil também. O cartão postal é o castelo da Cinderela. É o que tem a atração original “Piratas do Caribe”, e outros clássicos como o “It’s a small world” (a mãe de todas as montanhas encantadas), o “Dumbo”, a “Haunted House” (mãe de todas as casas mal assombradas), Space Mountain e Splash Mountain. Desde sua ampliação que terminou em 2014, passou a ser um parque que quase obrigatoriamente exige 2 dias de visita para conhecer tudo que há nele.

Epcot – com uma premissa mais educativa, perdeu a antiga fama de parque chato graças à incríveis novas atrações e personagens Disney. É parque da esfera prateada e o que tem o famoso pavilhão dos países. As atrações mais procuradas são o Soarin’ (um simulador de voo de asa delta), o Test Track (um simulador de testes automobilístico) e o novo Frozen Ever After, dentro do pavilhão da Noruega, que se tornou a casa oficial dos fás de Frozen em Orlando.

Hollywood Studios – chamava-se MGM Studios até 2007. Tem a temática voltada para cinema e TV. É um dos favoritos de muita gente. É lá que fica o “Hollywood Tower Hotel – The Twilight Zone Tower of Terror”, uma das atrações favoritas de todo mundo. Em breve receberá uma grande expansão, recebendo duas novas áreas temáticas de Star Wars e Toy Story. O Hollywood Studios é a casa oficial dos fãs de Star Wars em Orlando.

Animal Kingdom – é o mais novo e tem temática ligada à natureza e animais. O cartão postal é a Árvore da Vida, mas é mais famoso pela “Expedition Everest” – a melhor montanha-russa do complexo Disney. Além disso, tem um lado de zoológico, com safáris e observação de animais em seus habitats. Em 2017 terá a abertura da área temática Pandora – The Wolrd Of Avatar.

Parque aquáticos

Blizzard Beach – é o aquático mais novo da Disney. A temática é, inusitadamente, a neve. O cartão postal também é uma das principais atrações: no Summit Plummet (ponto mais alto do parque) há um toboágua de mais de 36 metros que o visitante chega a atingir 100 km/h na descida.

Typhoon Lagoon – o parque representa uma ilha tropical atingida por um tempestade. O cartão postal é o barco de pescador preço no alto de um rochedo, e uma gigantesca piscina de tsunamis (é uma onda tão grande que nem dá pra chamar de piscina de ondas).

Centro de lazer e comércio

Disney Springs – é um mega shopping ao ar livre com a cara da Disney. Não precisa de ingresso e o estacionamento é de graça, mas não tem nada de graça pra fazer lá. São restaurantes temáticos dos mais diversos tipos, lojas variadíssimas, casas de shows, cinema, e por aí vai. É lá que tem o Cirque du Soleil. Digamos que é um lugar para o pós-parque (se bem que a gente fica tão morto depois dos parques que nem anima, mas enfim…)

Complexo: Universal Orlando

Esqueça o Mickey e sua turma de fofinhos. Aqui é a casa dos personagens mais bem-sucedidos e da moda do entretenimento (Simpsons, Homem Aranha, Hulk e, é claro, Harry Potter). O complexo reflete essa característica mais adulta, tendo mais atrações radicais, modernas, e high tech do que bonitinhas. São 2 parques temáticos e 1 aquático:

Parques temáticos

Universal Studios – com jeitão de estúdio de cinema, quase todas as áreas e atrações são ligadas a filmes (Simpsons, MIB, Tubarão, a Múmia, E.T., Transformers, e outros). Tem uma das áreas temáticas mais bem acabadas e disputadas de Orlando, a Wizading World of Harry Potter – Diagon Alley que se liga ao parque Islads of Adventure através da atração Hogwarts Express. O cartão postal é o globo da Universal na entrada do parque.

Islands of Adventure – é o caçula da Universal e é o que tem uma das áreas mais badalada do momento: Wizarding World of Harry Potter – Hogsmead, que é incrível! Além disso, tem atrações ultra high tech, super divertidas e radicais. É um dos parques favoritos de muita gente também. O cartão postal acaba sendo a impressionante montanha russa do Hulk na entrada ou, o maravilhoso castelo de Hogwarts.

Parque aquático

Wet & Wild – é o primeiro aquático de Orlando e foi comprado pela Universal em 1998. Diferente dos aquáticos da Disney, ele não tem grandes ambientações temáticas. Tem atrações das mais suaves às mais radicais. Aquáticos são sempre opções para dias mais tranquilos – para recuperar a energia. Será fechado no final do ano de 2016.

Volcano Bay – futuro parque aquático da Universal que está previsto abrir em 2017. A ambientação é como se um gigantesco vulcão de água tivesse brotado no meio de Orlando.

Centro de lazer e comércio

Citywalk – é a mesma ideia geral do Disney Downtown. A diferença é que o Citywalk fica na passagem para a entrada dos parques, então você é obrigado a passar por lá. Outra diferença é também uma proposta mais adulta, com mais casas noturnas, lugares para dançar ou tomar uns drinks.

Complexo: SeaWorld Parks & Entertainment

O complexo tem como inspiração o mundo animal. Diferente da Disney e Universal, não tem ligação com personagens ou marcas famosas do cinema ou TV. Outra diferença é que os parques são geograficamente espalhados (inclusive, um deles é em outra cidade). São 2 parques temáticos e 2 aquáticos:

Parques temáticos

SeaWorld – o foco são os animais aquáticos. Além dos shows, há algumas possibilidades de interação com os bichinhos. Também tem 3 montanhas russas radicais. O personagem que é a “cara” do parque e está em tudo que é canto é a “estrela” mais famosa do SeaWord, a baleia Shamu (a original já morreu, mas “Shamu” é meio que qualquer orca do parque hoje).

Busch Gardens – Não fica em Orlando, fica em Tampa, há 1 hora de Orlando. É uma mistura inusitada e interessante de zoológico e montanhas russas ultra radicais (são 7!!!), sendo uma delas, a Montu, a mais radical de toda Orlando e uma das montanhas russas mais incríveis do mundo. Já na parte do zoológico é possível fazer safáris e observar animais em seus habitats.

Parques aquáticos

Aquatica – É o mais novo aquático de Orlando. Animais aquáticos também estão por lá para serem vistos (inclusive golfinhos, aparentemente os favoritos de todo mundo). Tam aluns toboáguas bem radicaias, como o Ihu’s Breakaway Falls, e um rio com correnteza um pouco mais forte que o costumeiro que é certeza de diversão e risadas.

Discovery Cove – Esse é um caso a parte. É mais um clube seletivo do que um parque. É mais caro, mas o preço compensa com a inclusão da alimentação e bebida durante o dia todo. Tudo isso porque lá há a possibilidade de nadar com os golfinhos, então realmente não é pra qualquer um. Não é difícil achar gente que diz que o Discovery Cove é o ponto alto de toda a viagem.

2. Compras

Não é novidade que os EUA são o paraíso das compras para os brasileiros, mesmo em época de economia não tão favorável. Pela quantidade de turistas, Orlando está preparada para oferecer tudo que os EUA tem de melhor em termos de consumo – isso é muuuuuuita coisa! Eletrônicos (computador, videogame, tablets, maquinas fotográficas, filmadoras, GPS, etc…), roupas, calçados e acessórios (e de marcas famosas), cosméticos e perfumes, artigos de bebê, jóias e acessórios, artigos esportivos, equipamentos de cozinha, artigos de decoração, etc, etc, etc…. Ufa, praticamente tudo que você pensar em comprar, você vai encontrar lá com mais variedade e mais qualidade. Além da qualidade e variedade dos produtos, o preço ainda ajuda – e muito.

Eu duvido que algum brasileiro resista a uma “passadinha” nos outlets ou mesmo nos hipermercados em sua visita a Orlando. Eu pessoalmente recomendo que, dentro os roteiros da viagem, já sejam reservados um ou mais dias inteiros para compras, mesmo porque isso geralmente acaba acontecendo de qualquer jeito – basta uma olhadinha nas lojas para enlouquecer um brasuca legítimo.

Melhores opções de compras:

Outlets

São shoppings de desconto e contam com grandes marcas e preços muito bons – além de descontos extras com cupons. Os grandes chamativos são as lojas de marcas renomadas de roupas, calçados, acessórios e cosméticos.  Os melhores preços são em itens de coleções antigas. São 2 em Orlando:

  • Orlando Premium Outlet – Vineland Ave. (perto da Disney)
  • Orlando Premiu Outlet – International Drive (perto da universal)

Shoppings convencionais

Pra quem não abre mão das últimas novidades, os shoppings são a melhor indicação. Muitos tem grandes lojas de departamento, como a Macys, que tem de tudo do bom e do melhor. Mesmo com itens em full price, ainda é muita vantagem comprar por lá.  Os mais visitados são:

  • Florida Mall
  • Mall at Millenia
  • Festival Bay Mall

Supermercados

Tem de tudo que se imagina a preços ótimos. Desde o mais moderno tablet, até aquele Toblerone gigantesco que os brasileiros adoram trazer de lá. Tirando eletrônicos (obviamente), lá não adianta ficar procurando marcas famosas de roupas e acessórios, mas tem muitos achados e verdadeiras pechinchas. Os mais conhecidos são:

  • Walmart
  • Target

Lojas de desconto

São para quem tem muita disposição e espírito aventureiro. Essas lojas são uma verdadeira caça ao tesouro – elas tem uma quantidade enorme de itens, dispostos de uma forma não muito organizada (que fica ainda pior com a interferência dos outros clientes-caçadores), só que elas recebem itens que são a ponta da ponta de estoque de marcas legais e vende a preços inacreditáveis. Lá é possível comprar uma bolsa da Guess por 20 dólares ou uma calça Calvin Klein a 15 dólares – não é a toa a comoção que tem nessas lojas!

  • Ross Dress for Less
  • TJ Maxx

Lojas especializadas:  

  • Eletrônicos: Best Buy, Radio Shack, HH Gregg
  • Bebês: Babies’r’us
  • Brinquetos: Toys’r’us

3. Atrações fora dos parques

Não vou me estender muito nesse tópico porque, com tantas atrações mega-master-blaster dentro dos complexos Disney, Universal e SeaWorld, acaba sendo difícil achar tempo para encaixar atrações fora do circuito, a não ser que algum assunto fale diretamente com o seu coração e você simplesmente tenha que ir de qualquer jeito!

Para se ter uma ideia da quantidade de atrações que há em Orlando, o Visitors Bureau diz que seriam necessários 67 dias inteiros para conhecer TODAS as atrações da cidade – sem condições, né?

Só vou citar algumas:

  • I-Drive 360 (é onde fica a Orlando Eye, uma roda gigante enorme, e o museu de cera Madame Tussaud)
  • Kennedy Space Center – é uma estrutura dentro do centro especial da NASA dedicada a turistas. Fica no Cabo Canaveral (cerca de 1 hora de Orlando). Conta a história da corrida espacial, foguetes, ônibus especiais, etc. Tem diversos tours, alguns simuladores, exposições, etc. É para quem vive com a cabeça no espaço.
  • Passeio de balão
  • Skyventure (paraquedismo indoor)
  • Passeio de helicóptero
  • Passeio de barco para visitar crocodilos
  • Museu de cera Madame Tussaud
  • Ripley’s Believe it or not
  • Campos de golfe (tem aos milhares em Orlando)
  • Wonderworks (parque indoor com muitas atrações interativas para a criançada)
  • Orlando Magic: que tal ver um jogo de basquete?
  • Titanic: The Experience
  • Dinosaur World
  • Circuito de Nascar em Daytona (há 1 hora de Orlando)

E devo dizer que vai longe….  É uma cidade que oferece muita diversidade gastronômica entre outras coisas mais.


ESCOLHA O ASSUNTO: