Dicas: Orlando para gordinhos

Não é fácil ser gordinho (e eu sei bem disso)… Nós que somos da categoria dos fofinhos já estamos acostumados com dificuldades do dia-a-dia que os outros nem imaginam, por exemplo como é difícil comprar uma roupa num shopping ou dar de cara com aquela cadeira apertada… Para turismo, também não é fácil ser gordinho, começando pelo avião, ao qual eu apelido de “tortura aérea”.

Apesar das dificuldades, ninguém deve deixar de ir viajar e especialmente deixar de ir para Orlando, porque é muito muito bom, mas é importante que os gordinhos saibam o que os espera, afinal os parques temáticos são cheios de atrações que envolvem carrinhos apertados, cintos e travas de segurança sufocantes, assentos espremidos e por aí vai. Mas sem desesperos, dá pra se divertir muito mesmo com quilinhos a mais nos parques, e além disso os gordinhos tem outra coisa sensacional pra fazer em Orlando: comprar roupas!!!! Se aqui no Brasil comprar roupa é um inferno (não tem quase nada e o que tem é feio e caro), lá é o céu! Dá pra comprar tudo que se imagina, com qualidade, variedade e preços muito bons! É pra montar o guarda roupa completo (eu sei que eu montei o meu)…

Atrações nos parques

Antes de mais nada, a primeira pergunta a se fazer é de quão gordinho estamos falando? Essa é uma resposta complicada porque caber ou não em uma atração tem mais a ver com formato do corpo do que com peso, então não há um limite claro – ou cabe ou não cabe. Eu diria que quem veste a partir do tamanho especial (seria um tam. 50 ou 1XG) já pode ter dificuldades em algumas atrações, mas isso não é uma regra. Tem atrações que são mais apertadas na barriga, outras na poupança, outras no tronco e outras em todo o conjunto. Pra saber se cabe, tem que testar. Uma coisa interessante é que as atrações que são mais restritivas costumam ter assentos de teste na entrada – isso é bom porque você descobre se poderá brincar sem ter que enfrentar a fila. As atrações mais restritivas são as mais radicais por que precisam oferecer mais proteção – obviamente as montanhas russas são as maiores vilãs dos gordinhos. Saiba quais são as atrações mais restritivas de cada complexo:

 

Complexo Disney

A Disney é uma mãe! Realmente o pessoal de lá tem um respeito e uma preocupação diferenciados no que diz respeito a inclusão das pessoas. Tá certo que na Disney não tem tantos brinquedos radicais quanto nos outros complexos, mas mesmo nos que tem eles conseguiram fazer brinquedos bem acessíveis a todos. Pesquisei bastante é não achei nenhum relato de alguém que tenha tido esse tipo de problema em brinquedos da Disney. De qualquer forma, saiba o que esperar nas atrações de lá:

  • Assentos e travas diferenciados

– Expedition Everest (Animal Kingdom) – o assento é bem grande e a trava de segurança é de puxar na barriga. Mesmo assim tem carrinho de teste próximo a entrada.

everest_sample_seat_door 

– Rock’n’Roller Coaster Starring Aerosmith (Disney’s Hollywood Studios) – É o mais fechado porque a montanha tem looping, mas a trava é generosa.

rock_n_roller_coaster_320_01_buiter 

– Space Mountain (Magic Kingdom) – O assento é de bom tamanho e a trava é tranquila.

kidtums_wdw19_162 

– Stitch’s Great Escape (Magic Kingdom) – A trava de segurança pode pegar um pouco no ombro

stitchsgreatescape

– Mission: Space (Epcot) – É bem apertadinho e dá uma certa claustrofobia. Mais provável que você desista por não se sentir bem do que por não caber.

DSC01618

 

  • Cintos de segurança:

Muitas atrações populares da Disney usam cinto de segurança de duas pontas bem convencional. Os cintos são bem longos, mas se mesmo assim precisar, os atendentes tem extensores para oferecer. Os brinquedos com esse sistema de cinto são:

Epcot: Soarin e Test Track

Animal Kingdom: Kali River Rapids, Dinossaur

Disney Hollywwod Studios: The Twilight Zone Tower of Terror, Star Tours – The Adventure Continues

  • Assentos duplos

Muitas atrações (inclusive as pouco radicais) tem assentos que seriam para duas pessoas juntas (ou mais). Mesmo no caso dos gordinhos, a maioria das atrações consegue acomodar todos bem, mas se mesmo assim você se sentir incomodado, a melhor coisa a fazer é dizer ao atendente que você prefere ir sozinho ou com numero reduzido de pessoas no carrinho ou banco da atração. Não precisa ficar com vergonha, eles estão acostumados e preparados para fazer esse atendimento (o pessoal lá leva muito a serio essa questão). Esse é o caso das seguintes atrações:

Magic Kingdom: The magic carpet of Aladin, Dumbo the Flying Elefant, Astro Orbiter, Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin, Haunted Mansion, Peter Pan’s Flight, Splash Mountain, Winnie the Pooh

Epcot: Gran Fiesta Tour, Journey into Imagination, Living with the Land, Maelstrom, The Seas with Nemo & Friends

Disney Hollywwod Studios: Toy Story Mania   

Animal Kingdom: Kali River Rapids, Primeval Whirl

   

* A exceção:  Apesar dos elogios ao trabalho da Disney com relação a preocupação com a inclusão, curiosamente uma atração bem inesperada me pegou e eu não pude participar por causa do excesso de “fofura”, foi a Cyber Space Mountain no Disney Quest (um espaço de jogos interativos e eletrônicos que fica no Downtown Disney). O assento era muito apertado e a trava não fechou tanto quanto precisava.

 

Complexo Universal

Bom, aqui a coisa muda de figura. As dificuldades começam a surgir para os gordinhos. Veja quais atrações são atração mais apertadas em cada um dos parques:

  • Universal Studios

Rock it – A montanha russa é considerada uma das mais apertadas de Orlando. Ela tem uma trava que precisa fechar totalmente na barriga. Tem assento de teste na entrada.

rockit_ride_vehicle

Revenge of the Mummy – O espaço da poupança é apertado e a trava tem que fechar até determinado “clic”, senão os atendentes não liberam. Também tem assento de teste na entrada.

Mummy 

  • Islands of Adventure

The Incredible Hulk Coaster – A montanha russa tem o assento apertado em tudo: pernas, bumbum, cintura e barriga. Existem alguns assentos modificados então a melhor coisa é confirmar com o atendente se você pode ir. Tem o assento de testes na entrada. 

images 

Doctor Doom’s Fearfall – É o mesmo tipo de assento do Hulk. Também tem assento de teste na entrada.

domm

Popeye & Bluto’s Bilge-Rat Barges – É o barco que deixa a gente ensopado. Todos os 12 assentos tem cinto de segurança, mas 4 deles são vermelhos e mais longos que os outros cintos que são pretos. Peça para ir sozinho no banco se achar que ficará muito apertado dividi-lo com outra pessoa.

popeyes 

Dudley Do Right Ripsaw Falls – Esse é um brinquedo traiçoeiro – dentro do  barquinho nem é tão apertado, mas entrar e sair dele é um desafio. As pernas não cabem – parece que precisa quebrar o joelho para sair do brinquedo – um sufoco! Também tem um barquinho de teste na entrada.

ripsaw 

Harry Potter and the Forbiben Journey – Infelizmente esse é um caso chato, tanto que gerou muita polêmica. A expectativa do mundo era gigante com a abertura do brinquedo e ninguém esperava que uma atração familiar e popular como essa pudesse ter algum problema desse tipo, mas não foi o caso. Houve uma reação publica imediata apos a inauguração, com a constatação que o brinquedo promovia uma exclusão muito grande. Isso foi amplamente tratado nos EUA, envolveu imprensa, ONGs de diversidade, enfim, virou um assunto sério. Centenas de pessoas eram recusadas diariamente por não caber no brinquedo – mesmo os pouco fofinhos eram recusados…. Bom, enfim, depois de muuuuuita confusão, a Universal tomou vergonha na cara e tratou de adaptar o máximo possível alguns assentos. O carrinho que tem 4 assentos lado a lado, teve os dois assentos da ponta modificados e agora podem acomodar pessoas um pouco mais cheinhas – mas não muito. Muita gente ainda não pode participar dessa atração. É uma pena!

Na entrada tem um assento de teste com luzinhas: se a luz vermelha apagar você pode ir na atração nos assentos adaptados. Outra coisa importante que aconteceu comigo no ano passado, eu fui sentar na cadeira para fazer o teste e a atendente com muita má vontade nem tentou dar  uma forçada na trava para ver se o vermelho apagava, de cara ela disse que eu não caberia e eu (me sentindo humilhadíssima) só queria sumir dali. Acontece que faltava muito pouco para a luz apagar e uma forçadinha já seria suficiente para me liberar, só que a atendente não teve a menor preocupação em fazer isso. Ano passado eu deixei de ir no Harry Potter por causa dessa péssima atendente. Esse ano eu tentei de novo, deu certo e eu fui no brinquedo mais de 10 vezes.

 p1040584   

Flight of the Hippogriff – É uma montanha russa leve, que comporta 2 pessoas por assento, mas que para os gordinhos fica um pouco apertado. Basta pedir para ir sozinho no banco.

Dragon Challenge– É uma montanha russa forte. A cadeira e a trava são similares a do Hulk. Também tem assentos de teste na porta.

DSC01865 

 

SeaWorld 

Manta – É uma montanha russa forte. O assento é apertado e a trava fecha bem nas pernas e na barriga. Tem assento de testes na entrada.

seaworld-manta 

Kraken – Outra montanha russa forte. O assento é apertado e a trava fecha bem nos ombros, peito e barriga. Tem assento de teste na entrada.

kraken2 

 

Busch Gardens

Kumba – é uma montanha russa forte. O espaço do bumbum e pernas é apertado e a trava de segurança é bem presa nos ombros , peito e barriga. Tem assento de teste na entrada.

Kumba1

Congo River Rapids – É desses botes de molhar. Ele tem cinto de segurança, mas são curtos. Se não fechar, basta pedir um extensor aos atendentes.

Gwazi – É uma montanha russa de madeira e não tem grandes movimentos tipo looping, então não tem uma trava mega apertada. O assento pode ficar um pouco apertado.

gwazi 

Sheikra – Outra montanha russa forte. Tem o mesmo tipo de assento e trava da Kumba.

sheikra

Chetaah Hunt – É a nova montanha russa do parque. O assento não é tão apertado quanto o da Kumba ou Montu – diria que um  fofinho médio consegue ir. Também tem assento de teste – precisa acender a luz verde para poder ir no brinquedo.

dsc09445r

Montu – Outra montanha russa forte (a mais forte para muitos). É o mesmo tipo de assento da Kumba, com a diferença dos pés ficarem soltos, mas o aperto é o mesmo. Tem assento de testes na entrada. 

Montu2

– Phoenix – É o famoso barco viking, mas esse dá a volta completa. O banco é a apertadinho e a trava de segurança também tem que ser bem apertada, mas ela tem varias posições que já trava, então não é muito restritivo.  

 

Bom, por hora é isso. Se alguém tiver algo a agregar nesse assunto, por favor deixe um comentário. Será muito bem vindo.

Em breve publicarei a 2ª parte desse artigo que é a parte boa, falando das compras de roupas para gordinhos em Orlando.

Até a próxima.